fbpx
Inside Sales

Como sua marca pode se preparar para a Black Friday

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A Black Friday é uma das datas mais esperadas pelos consumidores e também pelos empreendedores. Afinal de contas, se por um lado os clientes ganham conseguindo preços bem mais baratos, por outro os comerciantes conseguem desafogar o estoque e se renovar. 

Mas, para que essa data não se transforme em uma dor de cabeça, ou até mesmo não gere os resultados esperados, a sua marca precisa se preparar. E nós separamos algumas dicas que podem te ajudar. Confira!

Faça um planejamento de marketing para a data

Segundo um levantamento feito pela Ebit/Nielsen, quase 90% dos consumidores pretendem comprar algo na Black Friday. Ou seja, a chance de geração de leads é enorme. 

Mas para que eles sejam qualificados, é necessário investir em um bom planejamento de marketing para a data. Não deixe de montar um cronograma de postagens e e-mails, de modo a mostrar ao consumidor, tudo o que ele terá disponível na data. 

Além disso, já faça o orçamento em relação aos gastos com divulgação. Assim, você terá mais segurança ao apostar em ações pagas para a Black Friday

Tenha uma Infraestrutura adequada

Essa é uma dica muito importante para quem trabalha com e-commerce, mas, também, quem possui loja física. O volume de clientes durante essa data é muito maior do que o habitual. 

Logo, é essencial ter uma infraestrutura adequada. 

No caso de quem tem loja física, é preciso organizar o espaço de modo que todos os clientes consigam circular sem qualquer problema. A organização de caixas, pontos de troca e retirada também é importante, uma vez que interfere diretamente no fluxo do local. 

Já para quem tem uma loja virtual, é preciso investir forte na hospedagem do site para a data. Se o seu site tende a receber 5 mil visitas por dia, esteja preparado para um número três vezes maior na Black Friday

E não esqueça de avisar o seu hosting sobre essa demanda. Vale à pena até mesmo investir no monitoramento do servidor. 

Saiba quais produtos colocar em oferta na Black Friday

Esse é um dos maiores desafios para marcas que desejam vender mais nessa data. A escolha dos produtos vai impactar diretamente na saúde financeira do seu negócio.

Por isso, esse aspecto exige um planejamento detalhado.

Você precisa oferecer descontos reais e honestos para o cliente. Além disso, é importante que o seu estoque irá dar conta dos pedidos para a data.

Uma das piores coisas que pode acontecer é você vender uma quantidade X de produtos, mas não ter estoque suficiente. Com isso, a confiança que os consumidores tem em relação a sua marca vai ser diretamente prejudicada. 

Também é válido avaliar os preços dos concorrentes nessa data, para ter uma base. Mas lembre-se que você não deve se basear apenas na concorrência, é necessário avaliar a sua situação. 

Invista no treinamento da equipe de atendimento/vendas

Na Black Friday, as pessoas que trabalham no atendimento/vendas têm o trabalho triplicado. Seja quem atua em loja física ou no e-commerce. 

Além do volume de clientes ser muito maior que o habitual, a quantidade de informações que os consumidores solicitam também aumenta. Isso porque, as pessoas querem saber absolutamente tudo de um produto antes de efetuarem a compra. 

Logo, é fundamental que você invista em um bom treinamento da sua equipe de vendas/atendimento. É por meio dele que você deixará todos os colaboradores prontos para lidar com qualquer tipo de situação. 

E engana-se quem acredita que essa capacitação deve ser feita poucos dias antes da data. Ela deve começar desde já, para que seus colaboradores consigam se preparar de forma adequada, e possam oferecer a melhor experiência de compra para os consumidores. 

Comunicação visual ainda mais forte

A Black Friday é sinônimo de muito apelo visual. Seja em lojas físicas que modificam toda a vitrine para convencer os clientes a entrarem e conferirem as ofertas, ou no e-commerce com sites que criam uma grande variedade de banners.

Contudo, é preciso ter muito cuidado para não acabar comprometendo a experiência de compra do consumidor. Se você colocar muitos anúncios na sua loja virtual, por exemplo, pode fazer que o cliente até mesmo desista da compra. 

A comunicação visual na Black Friday precisa ser mais forte, mas sem comprometer a experiência de compra do consumidor. Na verdade, ela deve otimizar esse processo, mostrando ao cliente onde cada coisa que ele deseja está, e quais são as condições de compra. 

Logística 

Mais um dos pontos importantes em relação a Black Friday é a logística. Por conta do alto volume de envios na época, com toda a certeza o serviço de entregas vai demorar mais que o convencional, principalmente se você utiliza os Correios. 

Então, é preciso informar o cliente sobre essa questão, e buscar meios de otimizar a logística da data. Uma boa dica é investir na ampliação temporária da equipe responsável pelo estoque e envio de produtos. 

Com mais gente trabalhando, mais agilidade você terá. Outra forma de melhorar essa questão é contratar mais de um serviço de entregas. Mas em ambos os casos é necessário verificar se o investimento vale realmente à pena, levando em conta o retorno que a data irá trazer. 

Política de trocas e devoluções

Esse é um aspecto da Black Friday que muita gente esquece, e justamente por isso acaba tendo problemas. A política de trocas e devoluções deve ser informada diretamente ao consumidor. 

Esse é um direito dele, e que a loja precisa atender. Mas, para evitar dores de cabeça, é importante esclarecer quanto tempo o consumidor tem para devolver ou trocar o produto, quais são as opções de troca, como funciona o envio para devolução, e todos os demais detalhes desse tipo de processo. 

Um cliente que precisa trocar ou devolver um produto já está chateado com sua experiência. Mas, conforme o modo como a sua empresa age nessa situação, é possível transformar essa experiência negativa em algo bom.  

Além dessas dicas, conheça 5 curiosidades sobre a black friday. Quer fazer a sua marca bombar na Black Friday? Então não deixe de entrar em contato com a Jazz!

Growth Hacker especialista em E-commerce, inbound e Branding. Idealizador do projeto e-commerce na Rock Content e com a carreira voltada para a inovação tendo atuado no GOV-MG, Sebrae e Bolt Brasil

Deixe um comentário

Pin It

Assine nossa newsletter

48.000 pessoas não podem estar enganadas.

Não enviamos SPAM. Seus dados estão seguros.